terça-feira, 28 de abril de 2015

Desenho Liga da Justiça (Quase) Deixa Escapar a Verdade Sobre Conspirações



Neste episódio do desenho da Liga da Justiça, um dos personagens havia ficado em coma no hospital e se recorda de estranhos sonhos, possivelmente relacionado com o controle mental do MK-ULTRA. Vic Sage, este personagem com perfil de teórico da conspiração, então comenta que existiu apenas uma conspiração, "desde os tempos do antigo egito, existiu um único grupo de indivíduos poderosos guiando o curso da humanidade. Mas o homem comum preferem acreditar que eles não existem, o que facilita o sucesso deles". 


Então o outro personagem começa a ler "efeito estufa, golpes militares no 
terceiro mundo, atores eleitos para cargos públicos, proliferação de cafés, germes vencendo antibióticos, e bandas jovens, o que que há, quem lucra com este lixo". Vic Sage então diz "quem será
", no que os três baixam a cabeça.

Temos visto em muitos filmes e desenhos animados nos últimos anos várias menções de teorias conspiratórias, em quase sua grande maioria ridicularizando-as ou até mesmo ligando pessoas e grupos que pesquisam estes assuntos com grupos criminosos ou terroristas. Neste caso específico deste desenho, o outro personagem, o Arqueiro Verde, tenta fazer pouco caso, dizendo que Sage teria apenas conspirações na cabeça.

Isto faz parte de um forte movimento midiático para condicionar o público a desacreditar e ridicularizar teorias da conspiração. Veja, na segunda parte do desenho, como acrescentam vários assuntos não relacionados para tirar o foco do que realmente importa: "flúor aplicado sobre os dentes não previnem cáries, ele só faz os dentes serem identificáveis por satélites". Quando ligam uma tolice desta com teorias da conspiração ou grupos controlando o mundo, a população que vive na matrix passa a desacreditar quaisquer outros assuntos, por mais que existam inúmeras evidências na sua frente.



VEJA O VIDEO ABAIXO:



0 comentários:

Postar um comentário

Ezeki Nunes. Tecnologia do Blogger.

Mapa de Visitantes